quinta-feira, 23 de agosto de 2012

TEATROS DO MUNDO

Theatro Municipal de Paulínia


O Theatro Municipal de Paulínia, nomeado oficialmente como "Theatro Municipal Paulo Gracindo", está localizado na cidade de Paulínia, São Paulo, Brasil.


Dispõe de excelente acústica e iluminação de ultima geração, sendo considerado um dos mais importantes e mais bem equipados do pais. Realmente toda estrutura é um luxo. E com otimas apresentações nacionais e internacionais.

Nome do Teatro: Theatro Municipal de Paulínia
Localização: Paulínia, São Paulo, Brasil

Teatro de Arena Elis Regina


O Teatro de Arena Elis Regina é um teatro tipo arena localizada em Americana, interior do estado de São Paulo, Brasil.

Inaugurado no ano de 1981, tem capacidade para 1100 lugares. Outrora palco de apresentações de vários artistas, permaneceu por mais de uma década em total abandono, tornando-se ponto de prostituição e uso de drogas.

Em 2000 iniciou-se as obras de reforma, que por motivos financeiros só foram concluídas quatro anos depois, sendo reinaugurado em 22 de setembro de 2004. A intenção dos engenheiros com o projeto de remodulação do teatro era dar a idéia de um circo, um local de espetáculos alegre e de múltiplas atividades.

Para tal o teatro foi coberto com uma lona branca em arco, que trouxe uma característica ímpar, além de um tom de leveza e brancura. O teatro oferece 1100 cadeiras na platéia coberta, 02 camarins e amplo estacionamento.

Nome do Teatro: Teatro de Arena Elis Regina
Localização: Americana, São Paulo, Brasil

Teatro Municipal de Americana


O Teatro Municipal de Americana nominado oficialmente como Teatro Municipal Lulu Benencase, é uma casa de espetáculos localizada em Americana, interior do estado de São Paulo, Brasil.

Inaugurado no ano de 1988, tem capacidade para 822 lugares, e é considerado um dos mais bem equipados do estado. A cerimônia de inauguração foi marcada pelo desabamento do palco do Teatro, que deixou vários feridos.

O Teatro Municipal ocupa o prédio do antigo "Cine Brasil", que por décadas foi um dos principais pontos de encontro dos jovens americanenses.

Desde sua inauguração tem abrigado grandes apresentações culturais como espetáculos e festivais de teatro, dança e música, além de atividades de cunho social e projetos de valorização das artes por artistas da cidade e região.

Depois de pesquisarem a melhor locação em cidades de todo o Brasil, os produtores do filme "Por Trás do Pano" (Brasil, 1999, com Denise Fraga) decidiram pelo Teatro "Lulu Benencase" porque a sala possui as características típicas de um teatro tradicional, despertando no imaginário do público a paixão por esta expressão artística. O teatro também é a sede da Orquestra Sinfônica de Americana.

Nome do Teatro: Teatro Municipal de Americana
Localização: Americana, São Paulo, Brasil

Teatro Municipal José de Castro Mendes


O Teatro Municipal Castro Mendes é atualmente o maior e principal teatro público da cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo, Brasil.

Localizado na Vila Industrial, foi inaugurado em 1974, 9 anos após a demolição do Teatro Municipal da cidade, numa tentativa de suprir a lacuna deixada por este. Possui capacidade para 831 espectadores.

O local foi adaptado a partir do prédio do antigo cinema da Vila Industrial, o Cine Casablanca não possuindo traços arquitetônicos marcantes, nem a boa acústica comum aos grandes teatros do país.




Em meados de 2007, após encontrar-se no mais completo abandono, o teatro foi fechado para reformas, as quais não há data definida para o término.

Nome do Teatro: Teatro Municipal José de Castro Mendes
Localização: Campinas, São Paulo, Brasil

Centro de Convivência Cultural de Campinas


O Centro de Convivência Cultural é um conjunto arquitetônico localizado no bairro Cambuí, na cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo, Brasil. Foi projetado pelo arquiteto Fábio Penteado, inaugurado em 9 de setembro de 1976.

Antes de ali existir o Centro de Convivência, o lugar onde hoje se localiza a Praça Imprensa Fluminense era o Passeio Público de Campinas, construído entre 1876 e 1882 e inspirado no Passeio Público do Rio de Janeiro.

As obras do Centro de Convivência começaram em 1967; entretanto, foram interrompidas pouco depois e só retomadas em 1974, até a conclusão do complexo em 1976.


Em 2004 a praça Imprensa Fluminense, lugar no qual se situa o Centro de Convivência, foi reurbanizada, com a retirada do estacionamento e a troca do piso em todo o entorno da praça por blocos de concreto intertravados em duas cores. Também houve a repintura das paredes e o ajardina mento dos canteiros.

No ano seguinte, foi necessária a repintura das construção e foram colocados bloqueios físicos nas entradas do Teatro de Arena, acabando assim com o centro da área de convivência, após isso os eventos no teatro de arena se tornaram raros.

O Centro de Convivência de Campinas lotado durante uma grande concentração de fé da IURD 

O Centro de Convivência possui quatro edifícios em cruz, dos quais as partes superiores são arquibancadas para o Teatro de Arena, com capacidade para aproximadamente cinco mil pessoas. Há um teatro interno, com capacidade para 500 pessoas. Há um espaço disponível para exposições de arte, além de um espaço próprio para a construção de um bar, atualmente denominado "Sala Carlos Gomes". Um quinto elemento se apresenta na torre de iluminação sobre a área destinada ao Teatro de Arena.

Nome do Teatro: Centro de Convivência Cultural de Campinas
Localização: Campinas, São Paulo, Brasil

Teatro Coliseu Santista


O Teatro Coliseu Santista situa-se em Santos, São Paulo, Brasil.

Após anos em desuso, o teatro foi restaurado conforme o Programa de Revitalização do Centro Histórico, desenvolvido pela Prefeitura Municipal, e reinaugurado em 2006.

Sob o ponto de vista arquitetônico, a hierarquia de volumes compõe-se de três blocos. Com parte da platibanda coberta, o primeiro tem esquina em ângulo chanfrado, formando um recuo na fachada principal.

O terraço do primeiro pavimento é sustentado por colunas toscanas, criando no térreo um abrigo para embarque e desembarque de passageiros de automóveis, em especial nos dias de chuva. Essa marquise foi uma das modificações que o projeto, importado da Europa, sofreu para se adaptar ao clima tropical.

Ele também exigiu grande número de portas e janelas. Essas aberturas multiplicam-se pelos quatro pavimentos do segundo e terceiro blocos concorrendo para o arejamento do edifício, auxiliadas por aparelhos de renovação do ar. Internamente, métodos e materiais refletiam as influências da mão-de-obra empregada, como o revestimento em escaiola, técnica espanhola que mistura gesso e cola para imitar o mármore.

Na decoração, destaca-se a arte do italiano Adolfo Fonzari, iluminada por 39 lustres do salão nobre, distribuídos entre 13 colunas dóricas caracterizadas pela simplicidade.

Em forma de ferradura, a plateia permitia a observação de todos os detalhes das cenas.

O vão da orquestra tinha estilo wagneriano, comportando 100 professores. Em números atuais,o teatro possui: platéia com 347 poltronas; 27 frisas; 25 camarotes de primeira (camarotes do foyer); 23 de segunda(camarotes do balcão); 80 poltronas do balcão; 101 galerias numeradas do foyer; 92 galerias do balcão e anfiteatro com capacidade para 110 lugares.O teatro acomoda 1.000 espectadores. Oriunda de uma praça de esportes com pista para bicicletas (velódromo) e cancha para jogo de bola, a Cia. Coliseu Santista foi adquirida pela empresa Serrador para a construção de um teatro, inaugurado em 1909.

Nesse período o edifício foi muito usado para atividades políticas, inclusive uma conferência de Ruy Barbosa sobre os monumentos históricos da cidade. Foi sob o comando de Manuel Freixo que o teatro recebeu a configuração definitiva, sendo reinaugurado em 1924.

Desativado na década de 1980, foi tombado em 1989.

Nome do Teatro: Teatro Coliseu Santista
Localização: Santos, São Paulo, Brasil

Teatro Municipal Brás Cubas


O Teatro Municipal Brás Cubas já é por si só uma atração. Situado no Centro de Cultura Patrícia Galvão, deve ser conhecido e freqüentado pelos santistas pela importância que ocupa na vida cultural da Cidade.

Ele foi oficialmente inaugurado em 10 de março de 1979, ganhando o nome do fundador da Vila de Santos, Brás Cubas, na gestão do prefeito Antônio Manoel de Carvalho.

Sua estrutura é composta por 5.130 metros quadrados de área construída, com uma platéia de 544 poltronas de onde se tem uma visão perfeita dos 543 metros quadrados de palco. Este último é equipado por iluminação cênica e cenários eletricamente móveis e ciclorama (que projeta efeitos especiais).

Nosso teatro foi projetado para abrigar espetáculos de balé, canto lírico, peças teatrais e até algumas óperas. O projeto de cenotécnica é de Aldo Calvo e o de acústica do arquiteto polonês Ivo Sresnewsky. Não faltam oportunidades de ir ao teatro, já que ele tem uma agenda lotada de eventos a cada mês.

Nome do Teatro: Teatro Municipal Brás Cubas
Localização: Santos, São Paulo, Brasil

Teatro Padre Bento


Teatro Padre Bento é um teatro da cidade de Guarulhos. Foi inaugurado em 1937 como opção de lazer para os internos (hansenianos) do Sanatório Padre Bento que para lá eram levados compulsoriamente e isolados da sociedade.

A arquitetura art déco e a rica história fizeram do teatro Padre Bento um dos mais importantes do Estado de São Paulo. Para comemorar os 447 anos de Guarulhos, a Prefeitura entrega à população o novo Teatro Padre Bento – totalmente restaurado e modernizado.

A obra, orçada em R$ 3,1 milhões, foi viabilizada por meio de uma parceria com a Petrobras.

Nome do Teatro: Teatro Padre Bento
Localização: Guarulhos, São Paulo, Brasil

Teatro Nelson Rodrigues (Guarulhos)


Teatro Nelson Rodrigues é um teatro da cidade de Guarulhos, antiga sede da Fazenda de Francisco de Vasconcelos Galvão, que deu origem ao bairro de Vila Galvão.

Foi transformada em teatro nos anos 80.

O teatro também é fundamental pela a realização da cultura de Guarulhos, trazendo lazer para a população em geral, sendo acessível para todas as idades, com peças de teatro interativas para o público e muitos outros acontecimentos culturais.

Nome do Teatro: Teatro Nelson Rodrigues
Localização: Guarulhos, São Paulo, Brasil

Teatro Municipal de Osasco


O Teatro Municipal de Osasco foi inaugurado dia 7 de setembro de 1996 durante o governo do prefeito Celso Giglio.

O ambiente tem capacidade para 500 espectadores e apresenta os mais variados espetáculos, atendendo ao público adulto, jovem e infantil, além de outros direcionados ao aprendizado de alunos dos níveis fundamental e médio de instituições do município e região, no programa conhecido como Projeto Escola.

Além de peças teatrais, o teatro abre espaço para academias de dança, escolas de música, festivais e mostras. Anualmente, a Escola de Artes César Salvi utiliza o espaço para apresentação de espetáculos de conclusão do Curso Artes Cênicas.

Além das apresentações, o teatro conta, em seu hall de entrada, com exposições de artes plásticas. Por ano, cerca de 100 mil espectadores vão ao Teatro Municipal.

Nome do Teatro: Teatro Municipal de Osasco
Localização: Osasco, São Paulo, Brasil

Theatro Pedro II (Ribeirão Preto)


O Theatro Pedro II é um grande teatro localizado na cidade de Ribeirão Preto, estado de São Paulo, de primeira classe para música sinfônica e ópera, possuindo capacidade para 1588 espectadores e uma área total de 6500 m².

Foi inaugurado a 8 de outubro de 1930 na cidade de Ribeirão Preto Com a apresentação do filme "Alvorada do Amor". Sua designação homenageia o último imperador do Brasil, D. Pedro II. Seu projeto foi idealizado pelo engenheiro Meira Júnior e construído por iniciativa privada. Está sob administração municipal desde 1996. Tornou-se referência cultural e artística para a região de Ribeirão Preto e palco de acontecimentos políticos e sociais no passado.

Em 15 de julho de 1980, um incêndio destruiu a cobertura, o forro do palco e grande parte do interior, incluindo-se o teto. No dia 7 de maio de 1982 o prédio foi tombado e sua reforma iniciada em maio de 1991.


Em agosto de 1996, na administração do prefeito Antônio Palocci Filho, o Theatro Pedro II foi reinaugurado com um concerto da Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto e o Coral do Teatro Colón, de Buenos Aires, apresentando a abertura Il Guarany de Antônio Carlos Gomes e a Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, respectivamente sob regência dos maestros Roberto Minczuk e Isaac Karabtchevsky, contando ainda com a presença de Fernando Portari (tenor solista).

Em sua nova configuração após a reforma, ocorreram várias melhorias e foi ainda criada e instalada uma nova cúpula da artista plástica Tomie Ohtake, mas todos os demais detalhes do Theatro Pedro II foram reconstruídos e restaurados de acordo com as plantas e demais dados arquitetônicos originais.


Por sua excelente acústica, o Theatro Pedro II é considerado um dos melhores teatros da América Latina, destacando-se para a realização de concertos sinfônicos e em especial ópera (de acordo com seu projeto inicial), incluindo-se fosso com elevador para orquestra abrigando cerca de sessenta músicos.

Nome do Teatro: Theatro Pedro II
Localização: Osasco, São Paulo, Brasil

Teatro de Arena (Ribeirão Preto)


O Teatro de Arena é uma casa de espetáculos brasileira pertencente a Ribeirão Preto. Foi inaugurado em 1969, e é o primeiro do gênero no interior do estado de São Paulo. Ocupa área aproximada de 6 mil metros quadrados no Morro de São Bento em Ribeirão Preto.

Nome do Teatro: Teatro de Arena
Localização: Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

Teatro Municipal de Ribeirão Preto


Inaugurado em 1969 com linhas modernas, o Teatro Municipal de Ribeirão Preto ´possui capacidade para 515 pessoas.

O estacionamento fica localizado ao lado do teatro e tem capacidade de aproximadamente 40 carros. Por ser um lugar arborizado e amplo, é usado também para eventos culturais.

Nome do Teatro: Teatro Municipal de Ribeirão Preto
Localização: Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

Teatro Polytheama


O Teatro Polyteama, localizado na cidade de Jundiaí, São Paulo, Brasil. É um dos mais antigos e tradicionais teatros brasileiros, tendo sido inaugurado em 1911.

Trata-se do melhor exemplo remanescente dos teatros populares de fins do século XIX e início do século XX, reunindo atividades diversas, como teatro, música, circo, cinema, reuniões sociais e assim por diante.

Seu próprio nome revela esta origem pois poly, em latim, significa vários, e theama, em grego, significa espetáculo. Teve seu auge na década de 20, quando era considerado o maior teatro do Estado de São Paulo, com 2920 lugares, superando até mesmo o Teatro Municipal de São Paulo. Entretanto passou por um período de decadência e degradação após os anos 50.

Em 1986, foi realizado um projeto de restauro, de autoria de Lina Bo Bardi, que foi concluído em 1996. Apresenta suas paredes originais nuas, e estruturas metálicas aparentes, caracterizando-se em um exemplo de restauro moderno, e dotando-o de importante interesse arquitetônico, ao lado de seu valor histórico e cultural.

As intervenções realizadas buscavam resgatar a "verdadeira alma" da casa de espetáculos polivalente, sem intervenções estéticas e ornamentos desnecessários. É considerado o ultimo trabalho de Lina Bo Bardi, que faleceu durante a execução do projeto.


Atualmente é considerado um dos maiores e mais belos teatros paulistas, e conta com uma capacidade total de 1216 lugares.

Nome do Teatro: Teatro Polyteama
Localização: Jundiaí, São Paulo, Brasil

Teatro Municipal Teotônio Vilela


O Teatro Municipal Teotônio Vilela, é um teatro localizado na cidade de Sorocaba, inaugurado em 29 de janeiro de 1983.

Situa-se no Conjunto Arquitetônico do Alto da Boa Vista, que também integra o Palácio dos Tropeiros, Câmara Municipal de Sorocaba e Biblioteca Municipal de Sorocaba, sendo considerado um cartão-postal da cidade e referência para o fomento cultural da cidade.

O Teatro foi construído em uma área de 450 m², composto de dois espaços cênicos, um interno, com 435 poltronas e 4 lugares para pessoas portadoras de necessidades especiais e um espaço externo, o Teatro Municipal de Arena, com capacidade para 600 pessoas. Todas as áreas internas de apoio das duas áreas cenicas são integradas através do Camarim Inferior Multiuso.


No hall de entrada do Teatro, abriga o acervo do Museu do Teatro, que preserva objetos e documentação dos espetáculos ali exibidos. Desta área é possível ter uma visão do brise-soleil em concreto armado que reveste as principais janelas do prédio e cria uma visão particular do Lago de Carpas.

Por ser anexo ao Conjunto Arquitetônico do Paço Municipal de Sorocaba, o teatro conta com o estacionamento de 300 vagas do complexo, além da disponíbilidade constante de transporte coletivo no local.

Toda a platéia, bem como a sala de espera conta com sistema de internet gratuita, Wi-fi.

Nome do Teatro: Teatro Municipal Teotônio Vilela
Localização: Sorocaba, São Paulo, Brasil

Auditório Claudio Santoro


No Auditório Claudio Santoro, em meio à vegetação se realizam concertos durante o Festival de Inverno da cidade de Campos do Jordão, São Paulo, Brasil. Durante o resto do ano ele é aberto à visitação e é um lugar que não se deve deixar de ir.

Inaugurado em 1989, recebeu o nome do Maestro Cláudio Santoro, o primeiro titular da Orquestra Sinfônica de Brasília.

Ocupa uma área de 5.740 metros quadrados em meio a mata nativa com pinheiros, bromélias e podocarpos.

A construção aproveita o desnível do solo e dá a impressão de um anfiteatro, deixando a mata nativa fazer parte do palco com um vidro ao fundo que permite esse lindo visual.


O Auditório também recebe congressos, seminários, shows musicais, teatros, danças e várias apresentações culturais.Tem capacidade para 814 pessoas sentadas e 48 camarotes.

Nome do Teatro: Auditório Claudio Santoro
Localização: Campos do Jordão, São Paulo, Brasil

Lista de Outros Importantes Teatros em São Paulo, Brasil:

Ribeirão Preto
Teatro Pedro II - Sala Auditório Meira Jr.
Teatro Bassano Vaccarini
Teatro de Arena Jayme Zeiger
Teatro SESC - Ribeirão Preto
Teatro do Sesi - Ribeirão Preto

São José dos Campos
Teatro Dom Bosco
Teatro Moacyr Benedicto de Souza
Teatro do Shopping Colinas
Centro de Artes Cênicas Walmor Chagas
Teatro SESC - São José dos Campos

São Bernardo do Campo
Teatro Cacilda Becker
Teatro Elis Regina
Teatro Martins Penna
Teatro Procópio Ferreira
Teatro Abílio Pereira de Almeida
Teatro Lauro Gomes

Campinas
Teatro Municipal de Campinas
Teatro Amil
Teatro Sotac
Teatro Municipal de Leme
Teatro Arte e Ofício
Confraria da Dança Ltda
Teatro Infantil Carlito Maia
Teatro SESC - Campinas
Teatro da Vila Padre Anchieta
Teatro de Arena de Campinas
Teatro Taozinho - Sala Rotunda
Teatro Escola Sia Santa
Teatro SESI - Campinas I

Santos
Teatro SESC - Santos
Teatro SESI - Santos
Teatro Sindipetro
Teatro Rosinha Mastrângelo
Teatro do Sindicato dos Metalúrgicos

Osasco
Teatro SESI - Osasco
Teatro dos Remédios
Culturarte
Teatro João Costa Filho

São Carlos
Teatro Municipal Dr. Alderico Vieira Perdigão
Teatro La Salle
Teatro SESC - São Carlos

Presidente Prudente
Teatro Municipal Procópio Ferreira
Teatro Universitário César Cava
Teatro Nove de Julho
Teatro de Arena Timochenco Wehri

Bauru
Teatro Municipal Celina Lourdes Alves Neves
Teatro Veritas
Salão Nobre da Fac. de Odontologia
Teatro SESC - Bauru

São Caetano do Sul
Teatro Paulo Machado de Carvalho
Teatro Timochenco Wehbi - FASCS
Teatro Santos Dumont

Santo André
Teatro SESI - Santo André
Teatro Conchita de Moraes
Teatro Municipal de Santo André
Instituto Coração de Jesus - Teatro

Piracicaba
Teatro Municipal Dr. Losso Netto
Teatro São José (Piracicaba)
Teatro da Unimep
Teatro Municipal de Piracicaba-Sala C.D.de Andrade
Teatro SESC - Piracicaba
Teatro SESI - Piracicaba

Araraquara
Teatro Municipal de Araraquara
Teatro SESC - Araraquara
Teatro Municipal de Araraquara

São José do Rio Preto 
Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto
Teatro Independente Nelson de Castro
Teatro SESC - Rio Preto

Sorocaba
Teatro SESI - Sorocaba
Teatro de Arena do Parque das Águas

Araçatuba
Teatro Municipal Paulo Alcides Jorge
Teatro Floriano Camargo Arruda

Consolação (Distrito de São Paulo)
Teatro Frei Caneca

Artur Nogueira
Teatro Municipal Renê Marcos Posi

Agudos
Teatro Municipal de Agudos

Ibitinga
Cine-Teatro Assari

Atibaia
Cine-Teatro Atibaia

Votuporanga
Teatro Municipal de Votuporanga

Limeira
Teatro Vitória

Taboão da Serra
Teatro do CEMUR Carlos Drummond de Andrade

Assis
Teatro Padre Enzo Ticinelli
Cine-Teatro São Vicente

Itapecerica da Serra
Cine-Teatro Dr. Bento

Embu das Artes
Espaço Cultural Quiprokó/ECQ - Teatro

Garça
Teatro Municipal de Garça

Arujá
Cine-Teatro Arujá

Batatais
Teatro Municipal Fausto Bellini Degani

Cachoeira Paulista
Teatro Municipal de Cachoeira Paulista

Catanduva
Teatro Municipal Aniz Pachá

Cruzeiro
Teatro Municipal Capitólio

Diadema
Centro Cultural Diadema - Teatro Clara Nunes

Itaquaquecetuba
Cine-Teatro Municipal de Itaquaquecetuba

Mococa
Teatro Municipal de Mococa

Monte Alto
Teatro Municipal de Monte Alto

Orlândia
Teatro Municipal de Orlândia

Ourinhos
Teatro Municipal Miguel Cury

Penápolis
Teatro Municipal Maria Thereza A. Vianna

São Simão
Teatro Municipal Carlos Gomes

Franca
Teatro Municipal José Cyrino Goulart
Teatro SESI - Franca
Teatro Elza Ferrante

Jaú
Teatro Municipal Elza Munerato

Marília
Teatro Municipal de Marília
Teatro SESI - Marília

Mogi das Cruzes
Teatro Municipal Paschoal Carlos Magno

Jales
Centro Cultural Edílio Ridolfo - Teatro

Birigui
Teatro SESI - Birigui

Rio Claro
Teatro SESI - Rio Claro
Teatro Cultural de Rio Claro

Mauá
Teatro SESI - Mauá

Sertãozinho
Teatro Municipal Professora Olympia Faria Adami

Guaíra
Teatro Municipal de Guaíra

Santa Cruz do Rio Pardo
Palácio da Cultura Umberto Magnani Netto - Teatro

Mirandópolis
Teatro da Comunidade de Yuba

Lucélia
Anfiteatro do CEALPA

Martinópolis
Teatro Municipal de Martinópolis

Paraguaçu Paulista
Teatro Municipal Lucila Nascimento

Espírito Santo do Pinhal
Teatro Avenida

Indaiatuba
Teatro SESI - Indaiatuba

Mogi Mirim
Teatro Prof. Odilon da Costa Manso
Teatro Monsenhor Nora

Barretos
Teatro Jorge Andrade

Itápolis
Teatro Municipal de Itápolis

Ituverava
Centro Cultural Prof.Cícero B. Lima Jr - Teatro

Bariri
Espaço Cultural de Bariri

Barra Bonita
Teatro Profa. Zita de Marchi

Pederneiras
Teatro Municipal de Pederneiras

Roseira
Pátio das Artes - Teatro

Taubaté
Teatro São João

Ubatuba
Teatro Municipal de Ubatuba

Capão Bonito
Teatro Municipal de Capão Bonito

Itapeva
Casa da Cultura Cícero Marques - Teatro

Piraju
Teatro Municipal de Piraju
Salão Nobre da EEPSG

Salto
Cine-Teatro Municipal Giuseppe Verdi

Tatuí
Teatro Procópio Ferreira

Amparo
Teatro São Benedito

Ferraz Vasconcelos
Cine-Teatro Municipal de Ferraz Vasconcelos

Guararema
Teatro Municipal José Luiz A. Souza

Mairiporã
Teatro das Obras Sociais

Santana de Parnaíba
Cine-Teatro Coronel Raimundo

Guarujá
Centro Municipal de Cultura - Teatro Procópio Ferreira

Guaratinguetá
Sala do Centro Social de Guaratinguetá

Araras
Teatro Estadual de Araras Maestro Francisco Paulo Russo

Santa Bárbara d'Oeste
Teatro Municipal Manoel Lyra

Pirassununga
Teatro Municipal Cacilda Becker

São João da Boa Vista
Teatro Municipal de São João da Boa Vista

Botucatu
Teatro Municipal Camillo Fernandez Dinucci

Fernandópolis
Teatro Municipal de Fernandópolis

Macatuba
Teatro Municipal Renata Lycia dos S. Ludovico

Bertioga
Teatro SESC - Bertioga

Colaboraram: Wikipedia, Teatropédia - Enciclopédia Virtual das Artes do Palco, CTAC - Centro Técnico de Artes Cênicas, VCVAI Santos, Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, Trivago.

Um comentário:

  1. não é sobre teatro de são josé dos campos!!!

    ResponderExcluir

A Cia. De Teatro Atemporal agradeçe os seus comentários.